Qual a importância para a google ter um site rápido?

Numa época em que o usuário se tornou mais digital e que está muito mais dinâmico, em que anda cheio de pressa e que deseja encontrar rapidamente aquilo que procura e concluir a compra em poucos cliques.

Um dos fatores importantes que faz com que consigamos acompanhar os desejos dum cliente é ter um site rápido.

A velocidade de um site é um pronto critico para a Google e pode influenciar diretamente na experiencia de um visitante, ter um site lento pode significar perda de clientes e dinheiro, mesmo que ele esteja interessado no produto ou serviço, ou pode fazer com que um visitante desista de ler um artigo e rapidamente feche a página.

A Google recentemente também passou a avaliar a velocidade de carregamento dos sites como mais uma das métricas de rankeamento, ou seja, para estar bem posicionado no Google também tem que ter a preocupação de ter um site rápido para conseguir obter uma boa estratégia de SEO.

Maile Ohye, do google, afirmou que “2 segundos é o tempo aceitável para um site de e-commerce. No Google, esperamos que todos fiquem abaixo de meio segundo”

Uma pesquisa feita pela Akamai com 1.048 consumidores on-line obteve diversos resultados, cerca de 47% dos consumidores esperam que a página carregue em 2 segundos ou menos, 40% dos consumidores não irão esperar mais do que 3 segundos pelo carregamento de uma página. Depois disso eles irão abandonar o site, 52% dos consumidores afirmam que a velocidade está diretamente associada com a fidelidade a um determinado site.

Algumas coisas que deverá ficar atento para conseguir fazer um melhoramento no carregamento de um site:

  • Tentar nao utilizar o Flash.
  • Otimize todas as imagens usadas para formatos *jpg e e *gif ou *png (para uma melhor qualidade)
  • Mantenha um código limpo e sem erros.
  • Analise a real necessidade de grandes frameworks back-end para o projeto. Um erro comum em empresas é levar em consideração apenas o tempo de denvolvimento e não o tempo de carregamento da aplicação, como por exemplo sites que apenas utilizam wordpress que possue uma biblioteca e um banco de dados bastante grande.
  • Utilização do Jekyll, que não faz nenhuma requisição a banco de dados, roda simplesmente no navegador do usuário tornando-se assim um carregamento muito mais rápido.
  • Evitar separar vários arquivos em que pode ter em um só.
  • Use o cache do navegador, fazendo com que imagens, scripts não precisem de ser carregados novamente sempre que o visitante aceda ao site.
  • Para finalizar certifique-se que não há erros na estrutura do site, erros de conexão com banco de dados, links quebrados tornando-se assim um site mais lento.
  • A google disponibiliza algumas ferramentas online que nos ajudam a conseguir fazer um carregamento mais rápido, nomeadamente o serviço PageSpeed Insights.